domingo, 1 de abril de 2012

Uma aula prática de física via corrida


Com intuito de ensinar os conceitos de velocidade instantânea e média para a turma de licenciatura em Biologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), realizei uma aula prática nas calçadas do nosso campi no Maracanã. 
A idéia principal foi montar uma corrida de curta distancia com os alunos, onde eles mesmos mediram o comprimento da pista e registraram os intervalos de tempo com os cronômetros dos seus celulares.  Logo após a aquisição de dados partiram para os cálculos das velocidades, responderam algumas perguntas e compararam suas velocidades com as dos corredores olímpicos, e assim, puderam de fato perceber o quanto nossos ídolos são rápidos. s corredores olimp, respondiam algumas perguntas e comparavam suas velocidades com as dos nossos i



Embora futuros professores de biologia e de ciências, estes jovens terão que ministrar aulas de física no último ano do ensino fundamental, quando a disciplina de ciências consiste em química e física. Com esta atividade foi possível mostrar que para aprender física não basta ficar somente na teoria, principalmente quando esta prioriza a decoba de fórmulas matemáticas.  É necessário aulas práticas, realidade pouco encontrada na maioria dos colégios. Mais do que isso, com um pouco de imaginação é possível produzir experimentos com ferramentas de fácil acesso, tais como as utilizadas aqui, transcendendo a simples observação do fenômeno para a inclusão de aquisição de dados.   Ficam aqui os registros desta aula,  esperando que os Esportes tenham inspirados a turma para o aprendizado de Física.

3 comentários:

  1. Adorei!
    Foi utilizada uma maneira bem diferente de ensinar física, mostrando que a matéria pode ser assimilada dentro e fora de aula.

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vc gostou!
    ab Rosana

    ResponderExcluir
  3. Adorei nossa aula de ontem. Espero vê-la em breve aqui no blog.
    Ana Carolina (Bio/UERJ 2012.2)

    ResponderExcluir