terça-feira, 25 de novembro de 2014

Bola de basquete e a relação com a mão

Nesta semana, eu estava dando aula no laboratório de eletricidade, e como de costume, circulo entre os alunos, corrigindo as montagens, verificando as ligações elétricas, tirando dúvidas, etc, de modo que nesta dinâmica, eu acabo prestando bastante atenção nas mãos dos estudantes e seus posicionamentos nos equipamentos de modo a evitar choques.  

Foi quando me surpreendi com o tamanho das mãos do Bernardo Paranhos, estudante de engenharia da UERJ e atleta sub-22 de Basquete amador do Botafogo.   Logo me veio , uma pergunta que não quis calar, que foi saber qual seria relação da área da bola de basquete com área da mão dele?   Quantos por cento da área da bola a mão do Bernardo a envolveria? 

Contornei com lápis a mão direita aberta dele no papel, e encontrei um perfil próximo a um retângulo, que correspondeu a área de 427 cm2.   Considerando que a área de uma esfera qualquer é dada pela expressão (4 Pi R^2) , portanto, a área da bola de basquete masculina é 1932 cm2, já que seu raio é de 12.4cm. 

Calculando as devidas proporções, encontramos que 22% da bola fica confortavelmente protegida pela mão do Bernardo quando em sua posse.  Será está relação muito grande mesmo?  
Fui verificar informalmente a média do tamanho das mãos dos rapazes da mesma faixa de idade dele, todos tiveram áreas de suas mãos bem menores do que a dele! 

No meu limitado conhecimento deste esporte, penso que este aspecto deve facilitar no manuseio e equilíbrio com a bola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário