quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O equilíbrio de Arthur Zanetti está associado a sua estatura



Arthur Zanetti, ganhador da primeira medalha de ouro da história da ginástica artística brasileira na Olimpíada de Londres, fez diferença ao realizar com perfeição movimentos que demandam enorme força nas argolas.
Ao lado de Sheilla do vôlei, eles venceram a votação pela internet de melhores atletas feminino e masculino do ano de 2012. Lado a lado na entrega do Premio Brasil Olímpico, no palco do Teatro Municipal do RJ, a diferença de altura de 29cm dela para ele chamava atenção. As brincadeiras foram inevitáveis; nada constrangido e muito a vontade do alto do seu reinado, ele esclareceu:
- É assim mesmo. No esporte dela você tem que ser alto e no meu, baixinho - disse Arthur.

Arthur sabe o que diz, para realizar uma série de movimentos da ginástica artística é melhor ser baixo. Este fato está diretamente associado a duas grandezas físicas: o centro de massa e o torque do corpo.

O centro de massa (CM) é um ponto fictício do corpo, onde se representa toda a massa daquele corpo. Este ponto varia conforme a geometria, densidade e heterogenicidade do corpo. O CM não necessariamente coincide com o centro geométrico do corpo, pode inclusive estar localizado fora do mesmo.

No caso do corpo humano, normalmente o centro de massa localiza-se na altura da cintura, logo acima do umbigo. Entretanto, para perfis como do Zanetti, tronco e braços extremamente fortes, o CM localiza-se um pouco mais acima da cintura. Portanto, para compensar a subida do CM e para que este ponto fique perto do solo, o atleta deve ser baixo, aumentando dessa forma o equilíbrio durante a execução de diversos movimentos de rotações e sustentação.

O torque é a grandeza física associada as alavancas, portanto, se o corpo tende a rodar entorno do CM, os “braços da alavanca” serão o tamanho das pernas de um lado e do outro o tronco. Então se estes forem pequenos, pouco balanço este corpo sofrerá. Assim o atleta de baixa estatura terá mais equilíbrio do que um alto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário